Automação do Processo

Na década de 90, a Automação tinha como objectivo primordial maximizar a produção com as melhores condições de segurança possíveis quer para a máquina quer para o homem.

 

Foram introduzidos os PLC’s (Programmable Logic Controller), computadores e outros equipamentos. O electricista de manutenção industrial viu a sua a área de competências ser alargada tendo-lhe sido atribuídas novas funções a juntar às que já tinha, designadamente ao nível dos conhecimentos de informática e programação. Termos técnicos, como por exemplo PPI, PLC ou network, enriqueceram o vocabulário deste profissional que adquiriu então o estatuto de técnico de automação

Mas vejamos o que mudou em termos de processo desde então:

Na década de 90, uma das condições fundamentais para se iniciar a Automação de um Processo era basicamente conhecer a finalidade do mesmo e, por conseguinte, o conjunto de necessidades desencadeadas. Para isso, tornava-se essencial conhecer perfeitamente a função de cada equipamento e de cada máquina do processo a automatizar de forma a atingir o máximo rendimento da automação.”

ATEC Automacao-do-Processo-1

 

Nos dias de hoje, automatizar deixou de ser uma condição primordial para se tornar a base indispensável para a nova exigência. A integração de sistemas com monitorização para fundamentar medidas de gestão e de melhorias aliadas a uma eficiência energética, é cada vez mais necessária para um crescimento sustentável.

Segundo estudos, em 2050 teremos o dobro do consumo de energia eléctrica mas teremos que forçosamente reduzir em 50% o consumo de C02. As energias renováveis, segundo os mesmos estudos, serão inferiores a 20% da produção total da energia. Sendo assim, será necessário economizar energia através da integração de sistemas auxiliados por boa gestão técnica (fundamentada através de uma monitorização eficaz) em cerca de 50%.

ATEC Automacao-do-Processo-2  ATEC Automacao-do-Processo-3

 

Se considerarmos a automação num contexto industrial, veremos que hoje todos os processos que antes estavam separados estão cada vez mais integrados.

 

A automação surgiu para maximizar a produção e a segurança dos processos, conseguindo paralelamente reduções significativas no tempo de payback com a redução significativa de quadros eléctricos, equipamentos, cablagem e mão-de-obra.

 

O aumento do grau de automatização das máquinas e sistemas, com todas as vantagens que daí resultam, provocou um aumento substancial da quantidade de cabos a utilizar nas ligações paralelas. Este facto, aliado à introdução de novos e eficazes equipamentos (os PLC’s são disso um exemplo), gerou um crescente número de “Entradas/Saídas” (I/O), onde as especificações dos cabos por vezes se tornam complexas para, por exemplo, a transmissão de valores analógicos. Para reduzir este efeito, a ligação em série dos componentes utilizando um bus de campo é cada vez mais utilizada, muito devido às vantagens que apresenta.

 

Sendo assim, as comunicações começaram gradualmente a ter um papel de maior relevo na integração de processos, e começaram a fazer a ponte para a integração de sistemas informáticos na automação.

ATEC Automacao-do-Processo-4

 

O facto de termos redes na nossa fábrica permitiu criar condições para o próximo passo, nomeadamente a integração de processos. Ora vejamos:

ATEC Automacao-do-Processo-5

 

Atendendo ao nível de informação para fundamentar novas estratégias de desenvolvimento e gestão de uma fábrica, começam a surgir PLC’s com uma base de dados SQL incorporada de modo a facilitar a gestão de dados:

ATEC Automacao-do-Processo-6

 

De salientar que apesar destas evoluções, as linguagens de programação dos PLC’s continuam a ser a maior ferramenta na automatização e integração de processos.

 

Partilhe esta informação

Os seus dados
Por favor preencha o seu nome
Por favor preencha o seu e-mail.
Destinatário
Por favor preencha o e-mail destinatário
Invalid Input
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Não trataremos qualquer dado pessoal aqui registado.

Partilhe Connosco
as suas necessidades

Empresa
Por favor preencha o seu nome.
Por favor preencha o seu e-mail.
Por favor preencha a sua função.
Por favor preencha a empresa.
Por favor indique o n.º de telefone.
Em que está a pensar
Por favor preencha o projeto/tema.
Por favor preencha o objetivo
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Os dados aqui colocados serão eliminados até seis meses após a sua utilização.
Para o exercício dos direitos de informação, acesso, retificação, eliminação ou oposição dos seus dados deverá enviar um e-mail para info@atec.pt.

Pedido de Informação

Por favor preencha o seu nome.
Por favor preencha o seu e-mail.
Por favor preencha a sua função.
Por favor preencha a empresa.
Por favor preencha o telefone.

Por favor escolha o seu pedido
Por favor preencha a mensagem.
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Os dados aqui colocados serão eliminados até seis meses após a sua utilização.
Para o exercício dos direitos de informação, acesso, retificação, eliminação ou oposição dos seus dados deverá enviar um e-mail para info@atec.pt.