Léxico Lean

H-J


Um dispositivo ou meios para descarga automática de uma peça de trabalho a partir de uma operação ou processo. Este mesmo dispositivo irá proporcionar a orientação adequada da próxima peça de trabalho para a próxima operação ou processo. Crucial para uma linha 'Chaku'.

A prática de melhoria contínua de olhar para trás e pensar sobre como um processo ou lacuna pessoal pode ser melhorado; termo japonês para 'auto-reflexão'.
No Sistema de Produção Toyota, hansei ou reuniões de reflexão, são normalmente realizadas em marcos importantes e no final de um projeto para identificar problemas, desenvolver contramedidas, e comunicar as melhorias para o resto da organização para que os erros não sejam repetidos. Assim, hansei é uma parte crítica da aprendizagem organizacional juntamente com kaizen e trabalho padronizado. Às vezes é comparado com 'check' no ciclo de melhoria do plan-do-check-act.
Ver também: Kaizen; PDCA; Standardized Work; Toyota Production System (TPS).

Nivelamento da produção. Um dos fundamentos do Sistema de Produção Toyota que tem sido menos compreendido. Significa regularizar no tempo, de forma bastante fina, as quantidades e o mix dos produtos a fabricar.
O nivelamento permite à produção produzir de forma sincronizada com a procura, evitando o lançamento em fabrico de lotes de dimensão muito variável, com os seus efeitos indesejáveis em termos de irregularidade, stocks e lead time.
A produção nivelada questiona os paradigmas tradicionais da produção em massa e do lote económico, ao privilegiar o lote unitário e a produção mista. Obriga no entanto a uma grande fiabilidade e flexibilidade do sistema produtivo.
Ver também: Contrato produção/logística, Mura, Muri, Pull flow, SMED

Caixa de nivelamento. É uma ferramenta do gemba que serve para garantir a produção sincronizada com a procura.
Trata-se de uma caixa ou painel com alvéolos distribuídos de acordo com uma escala de tempo (na horizontal) e com o tipo de produto (na vertical). Em cada alvéolo são colocados os kanbans a produzir no intervalo de tempo, de acordo com o tipo de nivelamento praticado e de acordo com a capacidade efetiva.
Ver também: Abastecimento normalizado, Heijunka, Kanban

Fundador da Ford Motor Co. que, na sua fábrica de Highland Park, em 1913, revolucionou o sistema de produção ao aplicar alguns aspetos da produção em fluxo, como por exemplo a linha de montagem móvel com os postos implantados na sequência do processo. Os ganhos de produtividade obtidos foram impressionantes para a época.

Uma ferramenta de análise de problemas que graficamente apresenta dados numa distribuição. Gráfico de barras verticais.

Uma ferramenta de tomada de decisão estratégica para a equipa executiva de uma empresa, que incide sobre os recursos nas iniciativas críticas necessárias ao cumprimento dos objetivos de negócio da empresa. Usando diagramas de matriz visuais semelhantes aos utilizados para Desdobramento da Função Qualidade, três a seis objetivos principais são selecionados, enquanto todos os outros são claramente descartados. Os objetivos selecionados são traduzidos em estratégias específicas e colocadas em funcionamento ao nível de implementação na empresa. Hoshin Kanri unifica e alinha recursos e metas claramente mensuráveis ​​estabelecidos contra a qual o progresso em direção aos objectivos-chave é medido numa base regular.

Termo de origem Japonesa para se referir á gestão anormal.

Elementos de preparação do set-up que devem ser realizados enquanto a máquina está parada.

Materiais (e informações) presentes ao longo de um fluxo de valor entre etapas de processamento.

Palavra japonesa que traduz o conceito de autónomação. Este conceito significa dotar os equipamentos e as pessoas dos meios e capacidade para detetar condições anormais e de imediato interromper a produção.
O Jidoka permite detetar as causas dos problemas obrigando à sua resolução imediata.
O conceito Jidoka nasceu no grupo Toyota, em inícios do século XX, com a aplicação em teares automáticos, de sensores colocados sobre cada fio que detetavam a sua eventual quebra, o que levava à paragem imediata da máquina.
Ver também: Poka Yoke

Termo Japonês para se referir ao controlo autónomo (feito pelo próprio operador).

Termo de origem Japonesa para se referir a “autonomia”. No contexto Lean, refere-se a grupos autónomos de estudo, os quais são tidos como veículos para explorar os vários tipos de desperdício e o modo como esses afetam o sistema de operações.

Sistema de produção que procura fornecer ao cliente o produto correto, no momento certo e na quantidade requerida.
É um dos dois pilares do Sistema de Produção Toyota, com o qual é bastante confundido, sendo o outro pilar o Jidoka.
O JIT baseia-se no nivelamento da produção, no takt, no fluxo unitário e na produção pull flow.

Partilhe esta informação

Os seus dados
Por favor preencha o seu nome
Por favor preencha o seu e-mail.
Destinatário
Por favor preencha o e-mail destinatário
Invalid Input
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Não trataremos qualquer dado pessoal aqui registado.

Partilhe Connosco
as suas necessidades

Empresa
Por favor preencha o seu nome.
Por favor preencha o seu e-mail.
Por favor preencha a sua função.
Por favor preencha a empresa.
Por favor indique o n.º de telefone.
Em que está a pensar
Por favor preencha o projeto/tema.
Por favor preencha o objetivo
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Os dados aqui colocados serão eliminados até seis meses após a sua utilização.
Para o exercício dos direitos de informação, acesso, retificação, eliminação ou oposição dos seus dados deverá enviar um e-mail para info@atec.pt.

Pedido de Informação

Por favor preencha o seu nome.
Por favor preencha o seu e-mail.
Por favor preencha a sua função.
Por favor preencha a empresa.
Por favor preencha o telefone.

Por favor escolha o seu pedido
Por favor preencha a mensagem.
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Os dados aqui colocados serão eliminados até seis meses após a sua utilização.
Para o exercício dos direitos de informação, acesso, retificação, eliminação ou oposição dos seus dados deverá enviar um e-mail para info@atec.pt.