Mecatrónica Automóvel - Cursos Flash Training

Cursos Flash Training ATEC Formacao curta duracao digital

 

O que são Cursos Flash Training?

Sessões de formação intensivas de curta duração, com uma hora e meia a duas horas e meia por sessão, 100% digitais de cariz interativo, destinadas a pequenos grupos. Incidem sobre temas específicos que são trabalhados em formato de laboratório, criado para proporcionar uma interação com o formador e o grupo semelhante à formação presencial.

Desenvolvidos para promover uma aprendizagem rápida e focada, assentam numa abordagem, predominantemente, interativa e de partilha de conhecimento.

 

Quais as principais vantagens?

Curta duração: com 1h30 a 2h30 por sessão, permitem aprender de forma rápida e instantânea. Uma excelente opção para quem não tem muito tempo disponível mas que gosta de estar atualizado;

Formato Digital: as aulas são em sala virtual com Formadores experientes que conferem todo o rigor da formação presencial. Com esclarecimento de dúvidas e exercícios em tempo real;

Foco: são cursos intensivos sobre temas específicos, que são realizados em turmas reduzidas para uma melhor aprendizagem.

 

     A nossa Oferta Formativa:

       

 

ATEC Agente Redutor AdBlue Funcionamento

Curso Flash Training
Agente Redutor AdBlue: Princípio de funcionamento

 100% Digital    1h30 


MAIS DETALHES

ATEC Desativacao Sistema de Alta Tensao VEH

Curso Flash Training
Desativação Sistema de Alta Tensão num VEH

 100% Digital    1h30 


MAIS DETALHES

ATEC Simbologia em Esquemas Eletricos Auto

Curso Flash Training
Simbologia em Esquemas Elétricos Automóvel

 100% Digital    1h30 


MAIS DETALHES

ATEC Sistemas de carga inteligente Start Stop

Curso Flash Training
Sistemas de carga inteligente Start/ Stop

 100% Digital    1h30 


MAIS DETALHES

Internacional | Pact for Skills for Automotive Ecosystem

A participação ativa em consórcios internacionais tem sido desde sempre uma aposta da ATEC. Esta participação é fulcral para o desenvolvimento de projetos que permitam antecipar as necessidades do mercado europeu e nacional ao nível da formação em diversas áreas técnicas e tecnológicas, partilha de novos métodos e tecnologias de aprendizagem. 

Atualmente, a ATEC está a apoiar a iniciativa PACT4SKILLS for Automotive Ecosystem, participando igualmente em outros projetos europeus. 

 


 

 

Pact for Skills for Automotive Ecosystem Projetos Internacionais ATEC


Pact for Skills for Automotive Ecosystem


SOBRE A INICIATIVA

A indústria Automóvel está a passar por uma transformação sem precedentes relacionada com o impacto da pandemia COVID-19, assim como por uma transformação de longo prazo no caminho de se tornar mais verde e digital e atingir a neutralidade carbónica em 2050. Esta transição está já a ter um impacto muito significativo nos mais de 13 milhões de pessoas que estão empregadas na atual cadeia de valor do setor.

A ATEC, orgulha-se de fazer parte do projeto Erasmus+ Alliance for Batteries Technology, Training and Skills (ALBATTS) que é focado na identificação das competências e profissões de futuro deste setor, o qual tem (e terá) um papel fundamental no setor automóvel (na mobilidade elétrica em especial), de modo a identificar as necessidades chave para as entidades de educação e formação em toda a Europa, reagindo de forma flexível às necessidade do mercado de trabalho. A ATEC e os seus parceiros apoiam, assim, a nova iniciativa da Comissão Europeia – Skills Agenda – em particular a ideia da criação de um pacto para as competências no setor Automóvel (“Pact for Skills for Automotive Ecosystem”).

Saiba mais sobre a nossa proposta para o Pact for Skills for Automotive aqui. Já agora aproveite e conheça os restantes projetos de Cooperação Internacional aqui.

 

PARCEIROS

Parceiros do projeto ALBATTS
AIC – Automotive Intelligence Center
ANFIA – Associazione Nazionale Filiera Industria Automobilistica
CECRA
Ceemet – European Tech & Industry Employers
Clepa – European Association of Automotive Suppliers
EACN – European Automotive Cluster Network
East Automotive Alliance
EfVET – European Forum of Technical and Vocational Education and Training
ETRMA – European Tyre & Rubber Manufacturers Association
Enginuity
FH Joanneum – University of Applied Sciences
GTI – Gestamp Technology Institute
IDESCOM
Politécnico de Viseu
IndustriAll
Muegyetem 1782
Mondragon Unibersitatea
pwc
Sernauto
Sistemi Formativi Confindustria
Symbol
Transilvania IT Cluster
TU Graz
University of Twente
Universidade do Minho
Uppsala Universitet

 

PAÍSES

Suecia bandeira projetos ATEC Suécia

Republica Checa bandeira projetos ATEC República Checa

Portugal bandeira projetos ATEC Portugal

Belgica bandeira projetos ATEC Bélgica

Finlandia bandeira projetos ATEC Finlândia

Romenia bandeira projetos ATEC Roménia

Noruega bandeira projetos ATEC Noruega

Austria bandeira projetos ATEC Áustria

Irlanda bandeira projetos ATEC Irlanda

Italia bandeira projetos ATEC Itália

Eslovenia bandeira projetos ATEC Eslovénia

 

 

 


 

#13 - Telepostura

Quando falamos em teletrabalho sabemos que significa trabalho remoto, trabalho à distância ou homework. O oposto é o trabalho dito tradicional onde os colaboradores se deslocam ao seu local de trabalho na empresa.

A única constante nestas duas variáveis (teletrabalho e trabalho dito tradicional) somos nós, humanos de corpo e mente. Como em anteriores dicas, nomeadamente as #5 - Bem-Estar Psicológico e #6 - Produtividade sem Desassossego, nos debruçámos mais sobre a dimensão “mente”, esta dica pretende chamar a atenção para o nosso corpo e como de devemos adotar uma correta “telepostura”.

Alexandre Barata - Encarregado de Proteção de Dados e Especialista em Projetos de Inovação na Formação Profissional • 10 de julho de 2020 


 

Como sabemos, a disciplina da ergonomia do trabalho demorou a chegar às organizações mas chegou. Com formação e sensibilização em ergonomia e momentos para a prática de ginástica laboral, aliadas a um mobiliário adequado às funções de cada colaborador, as empresas pretendem que as “mazelas” físicas sejam minimizadas ou, até mesmo, eliminadas, coisa que é deveras impossível.

Se em trabalho dito tradicional, a responsabilidade de adotar uma boa postura era repartida entre empresa e colaborador - na minha opinião este tem sempre de se preocupar mais, pois é do seu “corpinho” que estamos a falar 😊 - , com o teletrabalho, o colaborador é o único responsável pela sua prestação corporal.

Caso não tenha possibilidade de levar o mobiliário da empresa para casa, tem de identificar quais os móveis que se podem adequar melhor a uma correta postura corporal. Mais importante ainda, é reservar momentos para exercícios de ginástica laboral que podem ser realizados nas pausas regulares como proposto no ponto 2 da dica  #6 - Produtividade sem Desassossego. Tenha sempre em atenção o propósito do exercício, podendo aplicá-lo antes (aquecimento), durante (relaxamento) ou após o teletrabalho (alongamento).

Sejam ajuizados na vossa postura corporal e atuem antes que seja tarde… a mensagem da letra da música do grande António Variações é intemporal - “quando a cabeça não tem juízo, o corpo é que paga”. Para mais dicas sobre uma correta postura, aconselhamos a visualização do pequeno filme TED-Ed - "The benefits of goof posture". 

 

P.S.: já agora ponham música quando realizam os exercícios de ginástica laboral 😊.

 

(Tele)Postura correta ao sentar em frente ao computador

ATEC Telepostura

 

 

 

#11 - Validar um Projeto Six Sigma

Antes de iniciar um esforço significativo para resolver um problema de negócio, certifique-se de que esse é o problema correto e não apenas um sintoma.

Maria João Mello - formadora da ATEC, com maior enfoque nas áreas de Lean, Six Sigma, Gestão da Manutenção, Indústria 4.0 e Lean 4.0, Gestão de Projetos. Professora convidada da Uni Nova SBE em Gestão da  qualidade, processos e SPC, e em Gestão de Projetos • 10 de junho de 2020 


 

Algumas questões que devemos responder:

É o "defeito" que está a tentar eliminar? Ou aquilo com que o cliente se preocupa?

O requisito de design é realmente essencial ou pode a engenharia flexibilizar essa exigência?

A métrica de desempenho é realmente um fator-chave para o negócio?

Faça uma análise de validação do projeto e descreva as suas conclusões. Existem algumas técnicas que podem ajudar nesta questão, nomeadamente: um Gráfico de inter-relação ou um Diagrama de causa-e-efeito (figura do lado direito).

Portanto, Sr. ou Srª Black Belt, tem um projeto válido, um projeto que aborda as causas de um efeito importante. Mas será que deve prosseguir?

Antes de iniciar o planeamento efetivo do projeto, dedique algum tempo a avaliar a probabilidade que o projeto tem de ser bem sucedido. Avaliar Projetos Six Sigma é uma arte, bem como uma ciência. É também fundamental para o sucesso do Six Sigma e para o sucesso do Black Belt. Demasiados Black Belts falham porque não são suficientemente discriminatórios na seleção dos projetos. Se a seleção dos projetos for sistematicamente descuidada, todo o esforço do Six Sigma pode fracassar.

 

diagrama de Causa efeito ATEC Projetos Six Sigma

 

 

#10 - Gerir conflitos em tempos diferentes

A pandemia COVID-19 alterou a forma como vivemos, trabalhamos e interagimos uns com os outros. A necessidade de reorganizar as dinâmicas familiares, aprender novas formas de trabalho, adotar novas regras de convivência social e aprender a viver num contexto de incerteza, exige muito de nós, podendo fazer-nos sentir sobrecarregados e esgotados. Por esse motivo, é natural que surjam desentendimentos e conflitos entre familiares, colegas e comunidade em geral.

Graça Barros - Consultora e Formadora da área Comportamental e de Recursos Humanos • 05 de junho de 2020 


 

Os conflitos fazem parte da nossa vida e podem, se bem geridos, proporcionar mudanças positivas na vida das pessoas e fortalecer as relações entre as mesmas. Estar conscientes de que a reação de cada um de nós influencia as reações daqueles com quem nos relacionamos, é essencial para nos dispormos ao diálogo e assim, gerir os conflitos de forma positiva.

Desta forma, quando alguma situação ou o comportamento de alguém lhe causar desconforto, é importante falar sobre isso com essa pessoa. Assumir que existe um problema e sentir-se seguro de que o conseguirá resolver é o primeiro passo. O segundo passo é desenvolver uma comunicação positiva com a pessoa cujo comportamento o está a afetar. Para tal, e antes de iniciar o diálogo com a pessoa envolvida, escolha um momento em que ambos estejam tranquilos e disponíveis para comunicar. Depois siga os passos seguintes deste simples método para conversas difíceis (método DESC):

 

Método DESC

 

Descreva a situação ou comportamento que observou na outra pessoa e o que estã a incomodar. Ao fazê-lo centre-se somente nos factos, sem recorrer a opiniões pessoais, acusações e juízos de valor acerca do comportamento dessa mesma pessoa.Desta forma, ajudará a outra pessoa a tomar consciência e a compreender com objetividade o que aconteceu exatamente;


Expresse os seus sentimentos mostrando o que sente acerca da situação ou do comportamento do outro e a forma como este o está a afetar. Ao fazê-lo estará a evitar partir do princípio de que a outra pessoa sabe o que se está a passar consigo. É importante clarificar o que sente, sem culpar a outra parte por não ter percebido que está incomodado com alguma situação. Ao partilhar as suas preocupações com a outra parte, irá reduzir o seu nível de ansiedade e envolver a outra pessoa no problema;


Sugira soluções alternativas focando-se nas necessidades e preocupações de ambas as partes. Ao fazê-lo está a gerir a situação de forma construtiva, focando-se na solução e não no problema. Ao explorar interesses comuns, conseguirá encontrar uma solução de futuro que seja mutuamente vantajosa;


Destaque as Consequências postivas da mudança de comportamento para ambas as partes, concluindo de forma positiva. Ao fazê-lo estará e focar-se no objetivo principal que é manter o seu bem-estar, o bem-estar da outra parte e de todos aqueles que os rodeiam.   

Se quiser aprofundar mais este tema dos conflitos, aceda a um pequeno filme ilustrativo clicando aqui. #juntosnadistancia ;)

 

D1 Tecnica Pomodoro Juntos na distancia

 

 

Partilhe esta informação

Os seus dados
Por favor preencha o seu nome
Por favor preencha o seu e-mail.
Destinatário
Por favor preencha o e-mail destinatário
Invalid Input
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Não trataremos qualquer dado pessoal aqui registado.

Partilhe Connosco
as suas necessidades

Empresas e Particulares
Por favor preencha o seu nome.
Por favor preencha o seu e-mail.
Por favor preencha a sua função.
Por favor indique o n.º de telefone.
Em que está a pensar
Por favor preencha o projeto/tema.
Por favor preencha o objetivo
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Os dados aqui colocados serão eliminados até seis meses após a sua utilização.
Para o exercício dos direitos de informação, acesso, retificação, eliminação ou oposição dos seus dados deverá enviar um e-mail para info@atec.pt.

Pedido de Informação

Por favor preencha o seu nome.
Por favor preencha o seu e-mail.
Por favor preencha a sua função.
Por favor preencha a empresa.
Por favor preencha o telefone.

Por favor escolha o seu pedido
Por favor preencha a mensagem.
Verificação de segurança inválido. Por favor atualize a página e tente novamente.
A ATEC atua no respeito das normas nacionais de proteção de dados pessoais. Os dados aqui colocados serão eliminados até seis meses após a sua utilização.
Para o exercício dos direitos de informação, acesso, retificação, eliminação ou oposição dos seus dados deverá enviar um e-mail para info@atec.pt.

Download PDF do Curso

Por favor preencha os seguintes campos para poder fazer download da ficha do curso:

Por favor insira o seu nome.

Por favor insira um e-mail correcto.

Por favor escolha uma das opções.

A fim de proceder, tem que concordar com a nossa política de tratamento de dados pessoais.